Será mesmo que “um tapinha não dói ?” Pais, professores, orientadores, já se perguntaram como deve se sentir uma criança que apanha ou um adolescente humilhado e exposto? Será  que isso é educar?

Lí certa vez, e  repito sempre em consulta, que a agressão  é nossa manifestaçao de incapacidade e frustraçao em lidar com uma situação, geralmente vinda de alguém que tem no máximo, um metro.
O resultado vemos na nossa sociedade. Bater é covardia !

Esse dia 18 de maio foi definido como data do movimento contra a violência de crianças e adolescentes, para marcar a tragédia da menina Aracelis, que agora é um anjo.

O papel do Pediatra é importante na prevenção da violência que ocorre dentro das casas. Como profissinal que conhece e acompanha o crescimento e o desenvolvimento, e tem acesso direto ao nucleo familiar, pode fazer muito, tanto no consultório, como no serviço público.

Converse com seu filho, brigue, ensine e beije muito . Aperte forte quanto puder.
Eles crescem muito depressa

Acesse:

http://migre.me/98ysM

Receba minhas dicas de saúde

Deixe seu email para receber as novidades do meu blog

You have Successfully Subscribed!